quinta-feira, 17 de julho de 2008

Homenagem ao Greg

Parece que ainda foi ontem que o acolhi na minha casa, em Vila Real. O meu primeiro afilhadinho. O primogénito. O gaijo que gregoriou a mesa toda da "Portinha", logo na primeira noite sob os meus cuidados(Também queriam o quê? Nunca disse que era uma boa influência...). O garboso jovem que se fez homem, na tuna onde ainda é referência e na qual tantas vezes brilhou. E que agora casou.

Mas este post não é um epitáfio (se bem que após semelhante enforcamento...), mas sim uma sentida homenagem a um grande amigo, um companheiro de luta (e de copos) e agora também membro da nobre classe dos "engalinhados". O meu afilhadinho...

OH SHEILA...FAZ PEITO! Auuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu...